Mão de obra qualificada: veja os desafios de buscar bons profissionais

6 minutos para ler

Especialistas mostram que o Brasil vive uma carência preocupante de mão de obra qualificada. A grande maioria dos empresários acha mais difícil encontrar profissionais qualificados do que cinco anos atrás. Você vivencia essa dificuldade na hora de selecionar novos talentos para sua organização?

Sabendo que essa é a realidade de muitos profissionais de Recursos Humanos e gestores, neste texto vamos abordar esse problema e apresentar possíveis soluções para ele. Confira!

Qual o impacto da falta de mão de obra qualificada?

Uma empresa que quer crescer não tem outro caminho a não ser investir no capital humano. E isso se dá por meio de contratações mais acertadas e criteriosas, de profissionais que realmente preencham os requisitos para o cargo.

No entanto, nem sempre o processo de encontrar mão de obra qualificada é simples. A falta de especialização entre os profissionais brasileiros tem se tornado um problema a ser driblado pelo RH das corporações.

Com esse cenário, surgem alguns desafios. O processo de recrutamento e seleção acaba ficando mais longo e sendo mais dispendioso. Como os profissionais qualificados são raros, o mercado acaba disputando por eles e, nessa disputa, vence a empresa que oferece melhores condições de trabalho e salários e benefícios mais atrativos.

A carência de mão de obra qualificada acaba travando a expansão de alguns negócios, que contam com determinados especialistas para avançar.

Quais são os desafios na hora de selecionar?

Com base no que temos observado no mercado corporativo, vamos falar de alguns dos principais desafios que estão aparecendo na hora de recrutar novos talentos qualificados. Veja a seguir!

Especialização

Existem muitos cargos com salários altamente atrativos que estão vazios por falta de especialização dos profissionais disponíveis no mercado.

Contratar sem o grau de conhecimento necessário pode se tornar um problema, por conta do aumento do índice de erros e de retrabalho. Por fim, pode até levar ao desligamento do colaborador, que se torna desmotivado.

Uma alternativa a isso tem sido a formação oferecida pela própria empresa para seu público interno, desenvolvendo pessoas com potencial para alcançarem certos níveis desejados de qualificação. Essa opção se mostra interessante, já que o desenvolvimento de colaboradores acaba sendo uma estratégia de retenção de talentos, afinal, eles se sentem mais valorizados pela empresa que impulsiona suas carreiras.

Fit cultural

Alinhamento com a cultura organizacional é outro problema que, por vezes, faz com que candidatos percam uma vaga. Recrutadores são desafiados a encontrar pessoas com fit cultural, entendendo que isso vai fomentar o clima interno e o crescimento da empresa.

Abrir mão do fit cultural não é uma boa ideia, na medida em que pode levar ao fracasso da contratação. É realmente importante que os profissionais compartilhem os valores da instituição e sejam atraídos pelo propósito do negócio.

Para não se enganar nesse aspecto, é fundamental que o RH entenda profundamente qual é a cultura da organização. Traçar isso antes de um processo de recrutamento é imprescindível.

Outra ação estratégica nesse sentido é disseminar a cultura entre os próprios colaboradores que já fazem parte da empresa. Quando isso acontece e a identidade da marca empregadora fica evidente, torna-se até mais fácil atrair talentos que se identificam com a corporação.

Remuneração

Mão de obra qualificada tem se tornado sinônimo de salários altíssimos e expectativas elevadas por parte dos profissionais à disposição no mercado.

Sabemos que nem sempre é possível alcançar a proposta feita pelos candidatos, no entanto é importante saber negociar e mostrar uma gama ampla de benefícios atrelados à atuação na empresa. Por exemplo, além do salário, sua organização pode oferecer benefícios corporativos como plano de saúde, convênios com serviços e outras comodidades ao colaborador. Flexibilidade de horário e home office são dois atrativos interessantes.

Mostrar a valorização dos talentos por meio de incentivos não financeiros é um caminho para não ultrapassar o orçamento e não deixar de contratar bem. Atrelado à cultura forte, essa iniciativa pode trazer sucesso para as contratações.

Falta de experiência

Outro desafio enfrentado pelo RH para contratar mão de obra qualificada é que muitos profissionais especializados não têm experiência de mercado. Isso acontece pois muitos recém-formados ainda não atuaram na área por falta de tempo ou mesmo de oportunidades.

Oferecer espaços para jovens talentos pode ser uma ótima alternativa para suprir a demanda em sua empresa. Além de geralmente se engajarem fácil, jovens profissionais podem ser moldados pela organização em muitos aspectos.

Mais um benefício de dar oportunidade a recém-formados é não precisar arcar com salários tão altos quanto profissionais com anos de experiência, que acabam sendo mais exigentes.

Perfil comportamental

Atualmente, as hard skills não bastam se não forem complementadas pelas soft skills. Sabemos como competências comportamentais podem influenciar o desempenho dos profissionais e sua adaptação à empresa.

Observar essas qualidades e realizar testes de perfil comportamental é crucial para conseguir uma contratação que atenda às expectativas da empresa. Entre as soft skills mais interessantes estão liderança, inteligência emocional e comunicação interpessoal.

Por que contar com uma empresa especializada?

Sabemos que as empresas não querem e não podem abrir mão de algumas características profissionais apenas para preencher uma vaga. É preciso encontrar candidatos totalmente ideais para os cargos em aberto. Por isso, contar com uma empresa especializada em recrutamento pode ser a melhor solução a ser tomada pelo RH que enfrenta os desafios que citamos acima.

Empresas de recrutamento contam com metodologias especializadas de seleção de pessoas, avaliando as particularidades que cada organização e cargo exigem dos candidatos. Competências socioemocionais e habilidades técnicas são ponderadas nesse momento.

Além disso, elas adotam tecnologias que permitem encontrar mão de obra qualificada ao redor do Brasil, aproveitando as oportunidades de profissionais que desejam experiências diferenciadas. O banco de talentos mantido por empresas do ramo também é um trunfo, já que, muitas vezes, o candidato ideal está a poucos cliques de distância.

Encontrar bons profissionais realmente é um desafio do mercado atual. No entanto, trata-se de ter os melhores recursos para atrair e recrutar a mão de obra qualificada que sua empresa precisa para crescer e ter ainda mais sucesso.

Entre em contato com a Aknor e descubra como podemos ser aliados do seu RH na busca pelos talentos que sua organização precisa!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Abrir WhatsApp
Precisa da gente?
Olá! Podemos te ajudar?
Powered by